Voltei ao activo🙂

Amanhã hei-de colocar umas fotos do sítio onde passei estes 6 dias. Por agora limito-me a ter sono… e a pensar que daqui a nada vou dormir!

Estas ferias fizeram-me bem (ao contrário do que seria de esperar..). Pensei, vivi, convivi e re-pensei. Concluí que se vive bem melhor num “mundo” mais pequeno, mais calmo e mais pobre. Sem luxos rimo-nos das pessoas, das piadas, dos jogos de futebol, da alegria que é viver num “mundo” em que todos conhecemos e todos nos conhecem. Num mundo onde se pode jogar à bola na estrada sem medo que nos passe um carro por cima. Pequenos mas livres dos males da inovação.. pequenas pessoas que são grandes a ajudar quem seja. Sem comodismos, sem exagerada ambição, sem medo de viverem aquilo que são. Pouco importa o dinheiro neste “mundo” onde todos têm os mesmos luxos.. onde todos trabalham na mesma fábrica. Juntam-se e riem ao jantar, uma grande mesa de amigos e familiares, todos eles com a arte do convívio. Todos eles… com a arte de viverem felizes. Não pedem mais que saúde e alegria.. qual internet que nos faz viajar pelo mundo. Qual computador que nos faz perder tempo sem viver a adrenalina dos sentimentos. Estas pessoas não precisam de conhecer o mundo, porque o “mundo”, esse, já elas conhecem de uma ponta à outra.. desde o António do talho, ao Dinis que arranja bicicletas.

Por cá, volto ao meu mundo desconhecido. De tão grande ser, nunca me há-de encher!